Como estudar para OAB com 5 técnicas de estudo comprovadas
Uncategorized

Como estudar para OAB com 5 técnicas de estudo comprovadas

No momento de estudar para a prova do Exame de Ordem, cada aluno tem o seu estilo preferido: uns juram que o melhor jeito é transcrevendo o assunto no caderno, enquanto outros afirmam que estudar com professores oferecendo apoio é a melhor saída.

A verdade é que não existe uma forma exata de como estudar para OAB. No entanto, algumas técnicas são comprovadamente melhores na hora de fixar um assunto.

Um estudo sobre métodos de estudo eficazes, feito por três universidades americanas, em 2013, mostra que estudar a partir da resolução de exercícios tem proporcionado alto impacto. Já uma das técnicas mais utilizadas para a memorização, o ato de fazer resumos, é pouco eficiente.

Por isso, selecionamos 5 métodos de estudo que estão dentro dessa pesquisa e irão potencializar o seu aprendizado! Curioso? Continue lendo para descobrir.

5 técnicas de estudo para o Exame de Ordem

Quem está em busca de bons resultados na prova da OAB sabe que força de vontade apenas não é o suficiente, nem mesmo estudar 10 horas por dia. Sim, é o que você leu.

Muito tempo de estudo não significa que todas as horas estão sendo aproveitadas. Por isso, existem alguns métodos de estudo que visam otimizar esse tempo. Sabia que usando 1/3 desse tempo você alcançará os mesmos resultados?

Veja como estudar para OAB por menos tempo e com o máximo de eficiência.

Técnica 1 # Pomodoro (estudos intercalados)

No momento de montar o roteiro de estudos, tente aplicar a técnica Pomodoro, a mais conhecida metodologia de aprendizagem entre concurseiros e estudantes.

A técnica consiste na combinação de minutos de trabalho e relaxamento.

Por exemplo: a cada 25 minutos de esforço, você irá se auto recompensar com 5 minutos de descanso. Isso é feito em 4 ciclos, ao final, o tempo de recompensa é maior.

Apesar do exemplo, não existe uma regra. Em geral, os tempos de estudo e intervalos são separados dessa forma, mas nada impede que sejam alterados.

O ideal é testar os horários que melhor funcionam para você na hora de definir como estudar para OAB.

Técnica 2 # Interrogação elaborativa

Neste método, o estudante deve elaborar perguntas que irão fazer o cérebro pensar, como:

  • o quê?
  • quando?
  • onde?
  • como?

Essas e outras perguntas de análise irão tirar os seus estudos da zona de conforto, pois irão exigir que você reflita sobre o assunto estudado e não apenas o decore.

A partir desses questionamentos, será possível compreender as causas de determinadas leis, ações e regulamentações da área do direito que a prova exige.

Técnica 3 # Teste Prático

Este é um dos métodos imprescindíveis para quem está pesquisando sobre como estudar para OAB de forma eficiente

Destacado pela pesquisa mencionada no início deste artigo como de alto impacto, o Teste Prático consiste na resolução de exercícios de provas anteriores.

Essa forma de estudo é eficaz por fazer com que o estudante se familiarize com o estilo de prova da OAB, entendendo o modelo de perguntas e os assuntos de maior relevância.

Além disso, esse método também auxilia na fixação de assuntos, ajudando o estudante a saber se entendeu determinado tema e se tem condições de realizar uma boa prova.

A dica neste caso é resolver questões após os estudos ou nos momentos ociosos. Por exemplo, o tempo gasto no transporte.

Mas, não deixe para realizar as questões apenas de forma despretensiosa. Existem diversos simulados gratuitos na internet com foco na 1ª fase da OAB.

Baixe por completo as provas e separe 5 horas para resolvê-las por inteiro. Esse é o tempo de duração da prova no dia da avaliação.

Dessa forma, você também estará treinando o tempo de execução.

De olho nisso, o Salvador Concursos possui um curso focado na resolução de exercícios! São 1000 questões de provas anteriores aplicadas ao longo das aulas. Clique aqui para saber mais!

Técnica 4 # Mapa Mental

Se você já identificou que o seu modo de aprendizagem é o visual, este método com certeza fará a diferença.

Caso não seja, não se preocupe: esta técnica é efetiva para todos que procuram métodos sobre como estudar para OAB.

Tony Buzan, considerado o inventor dos mapas mentais, formalizou esta técnica em 1970. O método consiste em um elemento central que entronca em diversos outros temas. Para facilitar a fixação, são utilizadas cores, tabelas, imagens e setas.

Por exemplo: se o tema a ser estudado é sobre Processo Civil, você pode puxar uma seta sobre os principais conceitos e outra para os principais princípios.

Na hora de escrever cada frase, não esqueça de aguçar o cérebro com cores e formas diferentes.

(Fonte: Site Eu Tenho Direito)

O mapa mental, além de ajudar a memória na fixação do assunto, é uma forma prática de revisitar o tema após meses de estudo.

Sabe aquele momento antes da prova no qual é necessário relembrar as principais matérias? Os mapas mentais são ótimos para isso.

Técnica 5 # Auto-explicação

A última técnica sobre como estudar para OAB de forma otimizada é tentar explicar todo o assunto estudado para si mesmo, com suas próprias palavras.

Parece fácil em um primeiro instante, mas nem todo mundo consegue colocar em palavras o que foi aprendido. É nesse ponto que se percebe que o conteúdo não foi absorvido e entendido por completo.

Essa prática irá ajudar a fixar o assunto e a entender quais são os tópicos de dúvida. A medida que for explicando para si o tema, observe quais lacunas se formam e anote. Dessa forma, você poderá montar o plano de estudos da próxima semana com foco nisso.

E então, gostou das dicas?

No momento de pensar nas melhores formas de como estudar para a OAB, não é preciso definir apenas umas das técnicas.

Seu aprendizado será ainda mais eficiente quando os métodos forem intercalados ou somados.

Para ter resultados melhores, entenda como funciona o ciclo de memorização do nosso cérebro.

Saiba o que é curva do esquecimento e entenda como estudar para OAB do jeito certo

A curva do esquecimento foi descoberta em 1885, por Hermann Ebbinghaus. A descoberta mostra em quanto tempo o cérebro é capaz de esquecer algo que foi aprendido.

De acordo com a curva, após ter o primeiro contato com o tema, a capacidade de absorção pelo nosso cérebro é de 75%.

Depois de um dia, se o assunto não for revisado, a capacidade de retenção terá caído para 50%. Com a sucessão dos dias, a tendência é que menos conteúdo seja recordado.

Segundo a curva, é mais fácil esquecer algo nas primeiras horas do que 30 dias após ter estudado o tema novo.

(Fonte: Pinterest)

Dessa forma, ao ter contato novamente com o tema em até 24h faz com que a chance de retenção aumente em até 80%.

Por esse motivo, é de extrema importância ter uma rotina de estudos e revisar o tema estudado pouco tempo depois de tê-lo visto.

Assim, você irá evitar o acúmulo de assuntos e a falsa sensação de ter estudado todo o conteúdo, afinal, mais importante do que aprender é fixar.

Para uma prova bem feita e com segurança do assunto, não é necessário passar meses de sofrimento e sacrifícios.

E, se após ter contato com esses métodos de estudos ainda não estiver se sentindo seguro sobre como estudar para OAB ou achar que precisa ajuda especializada, não deixe de entrar em contato conosco para conhecer o nosso curso preparatório focado na OAB e o curso de resolução de exercícios, com turmas iniciadas a partir do dia 20/05!

Conheça a Salvador Concursos

O Salvador Concursos surgiu da vontade de inovar o ensino de cursos preparatórios na capital baiana, com foco no concurso da PM/BA e Exames da OAB.

Mais do que um simples curso, o Salvador Concursos é um projeto que conta com uma metodologia completa e atual.

As turmas são reduzidas e os professores com grande expertise na área de ensino de concursos.

O nosso diferencial está na busca por satisfazer as necessidades do aluno com aulas teóricas, apoio nutricional e psicológico.

Para ficar sempre por dentro dos nossos avisos e novidades, siga o nosso perfil no Instagram e curta nossa página no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *